domingo, 11 de janeiro de 2009

O carinho


Caros leitores: afinal quem é o carinho? Quando é que se diz, quando é que se aplica e para que é que serve?

Há quem diga que é muito importante e que é um sentimento muito nobre. Pois para nós o carinho é um sentimento mais ou menos. Um sentimento cujo nome é um diminutivo só pode ser muito pequenino... pequenininho. Como o carinho, o capachinho, o cominho, o sózinho ou até o mindinho. Carinho sente-se pelos animais... fofinhos. É um sentimento que está para ser e não é. Sentimento ou sentimentozinho? Condescendência?

No dicionário o carinho dá direito a toque. Será um afago, uma festinha?

Por favor, que não sejam palmadinhas nas costas.

5 comentários:

Anónimo disse...

O mindinho é brutal...sim, o carinho tbm me parece com falta de sangue na guelra...pouco visceral!
Mas por mais q isto seja ofensivo existe, por ai mto boa gente, que nao merece mais que carinho, e outras, o mindinho, já que o médio seria excessivo!
www. visceraslda. wordpress. com

Anselmo disse...

No Carinho, o desejo fica a meio.
Pena talvez.
O Carinho será o masculino de carinha?
Então será uma festinha nas no «istmo das fauces».
Não sei,... hesito!

urtiga disse...

O carinho anda ali perto da benevolência e podemos senti-lo nostálgico pelo toque...
um afago dedicado ou uma carícia benevolente?

Marta disse...

Por aqui todos se chamam de "cariño" uns aos outros, a principio é chocante, especialmente para mim que sempre tinha entendido a palavra carinho como sinónimo de "carote", ou "não é assim TÃO caro.."
Carinho como sentimento, parece-me mais fraquinho: um cão pode ser carinhoso, já um namorado atencioso...
Muito bom o blog.
Marta Ribeiro

Nuno disse...

"No pátio Donald a vida não é sempre iguald."

Mas os posts sao sempre os mesmos!!!!

Mandrionas!!